Rolf Abderhalden

Rolf Abderhalden iniciou seus estudos em Arte Terapia na Escola de Altos Estudos Sociais e Pedagógicos em Lausanne – Suiça; expandiu seu espaço de ação para o teatro e especializou-se em cenografia no Laboratório de Estudos do Movimento na Escola Superior de Belas Artes de Paris; e em direção teatral...

Leia Mais →

Rolf Abderhalden iniciou seus estudos em Arte Terapia na Escola de Altos Estudos Sociais e Pedagógicos em Lausanne – Suiça; expandiu seu espaço de ação para o teatro e especializou-se em cenografia no Laboratório de Estudos do Movimento na Escola Superior de Belas Artes de Paris; e em direção teatral na Academia Nacional de Arte Dramática de Roma. Possui uma ampla produção que vai desde a performance e a instalação à videoinstalação e ações plásticas. Sua obra plástica tem sido apresentada em espaços alternativos da Europa e América. Trabalha há mais de dez anos com a Companhia Mapa Teatro. Ministra cursos na Divisão de Artes Plásticas da Biblioteca Luís Ángel Arango de Bogotá e é professor na Faculdade de Artes da Universidade Nacional da Colômbia. É investigador convidado das Universidades de Paris VIII, Columbia University, Universidad Libre de Bruxelas, Universidad de Alcalá de Henares, Universityof Yale, Universidad de Castilla-La Mancha, Cambridge University, Universidad Autónoma de México e Universidad Del Atlántico.

Em suas produções artísticas procura articular diferentes experiências e linguagens da vida e da arte. No teatro procura desenvolver um universo dentro do âmbito das Artes Vivas, um lugar propício para a transgressão de fronteiras disciplinares, para a fusão de linguagens e leituras e a articulação de problemáticas locais e globais. Vem gerando um espaço de migrações onde se deslocam continuamente o mito, a história e a atualidade, os gêneros, os autores e as épocas, as geografias e as línguas, a palavra, a imagem e o movimento, o real e o virtual. Trabalha com ênfase na dimensão coletiva da criação e a elaboração de sentido. Através de “Laboratórios do imaginário social” sua companhia vem gerando processos de experimentação que se desenvolvem simultaneamente no âmbito simbólico, com a criação temporal de comunidades experimentais ao convidar diferentes grupos de pessoas para que se constituam em sujeito coletivo.